Tags:
Artigos

N5X Summit 2024

Veja como foi o N5X Summit 2024, evento que marcou os próximos passos do mercado de trading de energia

No dia 07 de março, testemunhamos o evento que marcou o rumo do mercado de trading de energia no Brasil: o N5X Summit 2024. Foi um dia com a presença de mais de 200 pessoas, mais de 100 participantes globais e locais, mais de 10 horas de conteúdo e networking. Talks, entrevistas e mesas com a presença de executivos do Grupo EEX, da B3, líderes globais e do mercado local que compartilharam insights e provocaram discussões enriquecedoras. Os participantes puderam conhecer o desenho de mercado de trading de energia na Europa e EUA, os desafios e oportunidades do mercado brasileiro para juntarmos e cocriarmos a evolução do mercado de trading de energia no Brasil.

N5X Summit 2024 | Mercado internacional de trading de energia (agenda da manhã)

8h30 às 9h30 Café da manhã

9h30 Desvendando o potencial: O progresso da N5X e as perspectivas do mercado de trading de energia no Brasil.

Uma análise perspicaz da CEO Dri Barbosa, sobre o desenvolvimento da N5X desde outubro de 2023. Sua visão dos fundamentos dinâmicos do mercado de trading de energia brasileiro, explorando tendências, avanços, desafios e oportunidades e também os impulsionadores de crescimento.

9h40 Transformação energética: A liberalização do mercado de energia global, dados e insights da experiência do Grupo EEX.

Os marcos da transformação energética no processo da liberalização do mercado de energia global pela visão de Christian Schneider (Chief Strategy Officer at Nodal Exchange & Director of Group Strategy / M&A at EEX). Parte do Grupo Deutsche Börse, a empresa é líder na construção de mercados de commodities em mais de 21 países ao redor do mundo. É conhecida por criar mercados de energia seguros, bem-sucedidos e sustentáveis.

9h55 Explorando as dinâmicas do mercado de trading de energia física/spot: uma visão sobre o cenário europeu.

Uma entrevista exclusiva de Juca Andrade (VP de Produtos e Clientes da B3) com Juan Perez (Diretor de Estratégia da EPEX Spot). Conhecida por liderar os mercados de trading de energia físico/spot na Europa, a EPEX Spot tem sido um verdadeiro catalisador da integração dos mercados de energia europeus a partir da criação de produtos estratégicos.

10h25 Conectando oportunidades: a jornada de Portugal e Espanha no processo de liberalização do mercado de energia.

Exploração das conexões do mercado energético global. Alvaro Ruben Reyes (Senior Sales Manager at European Energy Exchange AG) tem um histórico de sucesso no desenvolvimento de mercados futuros altamente líquidos de energia elétrica e de gás natural na Espanha.

10h40 Transparência e segurança: O papel da contraparte central no mercado físico e financeiro para promover liquidez.

Mario Palhares como facilitador, trouxe consigo uma vasta experiência no setor. Antes de assumir a vice-presidência de Operações – Negociação Eletrônica e Contraparte Central, Mario esteve à frente do Banco B3, do pregão eletrônico e de produtos listados. Ele foi responsável por extrair as contribuições de líderes globais em contraparte central: Tobias Paulun (Chief Executive Officer da European Commodity Clearing AG), Demetri Karousos (President and COO of Nodal Exchange, President of Nodal Clear) e Marcelo Carvalho (Managing Director, CCP Chief Risk Officer at B3). Clareza sobre os fundamentos que sustentam o crescimento seguro do mercado de energia no mundo.

11h25 Maximizando lucros: o impacto estratégico da clearing na gestão de garantias.

Clearing members exercem influência direta sobre a rentabilidade das operações financeiras. Nesta mesa redonda, especialistas debateram as melhores práticas e desafios enfrentados na gestão de garantias por meio da clearing, proporcionando insights valiosos para otimizar resultados financeiros e mitigar riscos. Paul Cusenza (Chairman & CEO of Nodal Exchange and Nodal Clear) conversou com Silvio Lomnitzer (CEO do Banco ABN Amro Brasil).

12h10 Revolução energética: desvendando o passado e desafiando o futuro do mercado de trading de energia no mundo.

Paul Cusenza (Chairman & CEO of Nodal Exchange and Nodal Clear) fechou a programação da manhã destacando os principais insights da evolução do mercado de trading de energia global e questões a serem endereçadas para evoluir o mercado brasileiro.

12h30 às 14h Almoço
N5X Summit 2024 | Mercado brasileiro de trading de energia (agenda da tarde)
14h Inovação e estratégia na infraestrutura de mercado financeiro para desenhar o futuro, à luz da experiência da B3.

Ana Carla Abrão (Vice-Presidente de Novos Negócios na B3) compartilhou sua visão valiosa e experiente de estratégias de negócios e as tendências inovadoras que estão moldando o futuro do mercado financeiro. Destacou a importância de uma infraestrutura de mercado sólida para a evolução contínua, ao mesmo tempo em que explora a vitalidade de colaborar com participantes e reguladores na concepção de um mercado dinâmico e adaptável.

14h15 Qual é a sua aposta? Os dados por trás da curva de preços em 2024.

Claudio Vallejos, Lead Analyst focado no setor elétrico brasileiro da Refinitiv (LSEG), trouxe uma análise estratégica dos dados que definem as negociações de trading do mercado de energia no Brasil nos próximos meses.

14h30 Desatando nós: a evolução regulatória rumo a liberalização do mercado de energia elétrica brasileiro.

Desafios regulatórios que moldam o cenário energético do país e suas implicações em 2024. Joísa Dutra, pesquisadora da FGV e ex-diretora da Aneel, dirigiu a conversa com a participação de Agnes da Costa (Diretora da ANEEL) e Caio Fernandes (Senior Commercial Manager da Norsk Hydro).

15h15 Alcançando novos patamares: A comercialização de gás natural no Brasil e os passos para a evolução do mercado.

A jornada do Brasil em direção a novos horizontes na comercialização de gás natural. Discutimos não apenas os recentes avanços, mas também os passos necessários para impulsionar ainda mais o mercado. Adrianno Lorenzon (Head de Gás da Abrace) conversou com Julio Dantas (GALP).

16h20 O mercado abriu, e agora? Desafios para escalar a aquisição e atendimentos aos novos clientes.

Referência em soluções de mercado, José Casadei (Abraceel) entrevistou Claudio Ribeiro (2W Ecobank) sobre os movimentos estratégicos e investimentos necessários para atender os novos clientes. Janeiro registrou um aumento de 5,8%, este dado reforça a estimativa da CCEE de que o setor possa alcançar algo entre 20 mil a 25 mil migrações ao final de 2024.

16h40 Diversificar para crescer: Novos instrumentos financeiros para novas oportunidades de trading de energia.

Novos negócios, melhores negócios. As oportunidades de crescimento do mercado de energia a partir de novos instrumentos financeiros. Camila Maia (Jornalista da Megawhat) facilitou a conversa com Eduardo Diniz (Auren), Adriano Vilar (Eletrobras), Sergio Azevedo Jr. (Hydro) e Marcus Bragança (XP).

17h25 O futuro é agora. A transição energética está em curso, você faz parte?

As matrizes energéticas estão em evolução para se adaptar a nova economia dos combustíveis renováveis e limpos. Como o Brasil está endereçando esta mudança? Mauricio Godoi (Jornalista Canal Energia) entrevistou Itamar Lessa (Casa dos Ventos).

‍17h55 Os nossos próximo passos. Vamos juntos elevar os negócio de energia no Brasil a sua plena potência?

Dri Barbosa (N5X) encerrou o dia com o roadmap da N5X para elevar o mercado de trading de energia e informações sobre o início das operações.

18h10-20:30 Happy Hour e networking

Compartilhe nas redes
Veja também

Venha construir o futuro de trading de energia no Brasil

A N5X iniciará suas operações em 2024.

Atuar de maneira integrada, conectada e colaborativa é um dos nossos principais objetivos.

Por isso, os produtos e soluções da N5X serão criados em diálogo direto com as pessoas do setor, empresas participantes e reguladores do mercado de energia brasileiro.

Se você quer fazer parte dessa criação, se inscreva na nossa comunidade.

Participe da nossa comunidade

Obrigado! Sua inscrição foi recebida!
Oops! Algo deu errado nas suas informações enviadas. Tente novamente.